O Arquivo Biográfico do Movimento Operário nasce em 2012 graças à contribuição de duas instituições de estudos de Gênova: o Instituto “Sergio Motosi” para o Estudo do Movimento Operário Internacional e o Instituto de Estudos sobre o Capitalismo . Sua realização é tanto um ponto de chegada como de retomada de um trabalho de uma década que, levando em conta os resultados obtidos até agora, estava precisando de uma ferramenta específica para implementar da forma melhor todo o projeto original. Um plano voltado para a construção de um Arquivo Biográfico do movimento operário italiano onde tanto o historiador como o acadêmico ou o militante pudessem achar não apenas os vários dirigentes conhecidos, mas também os inúmeros expoentes menores, muitas vezes desconhecidos, que têm contribuído para desenvolver a história da classe operária como um todo. O intuito e o escopo imediato do ABMO, além de continuar ao longo do tempo o trabalho de análise histórica e prosopográfica das diversas correntes políticas do movimento operário, é o de tornar imediatamente disponíveis online as biografias realizadas até agora. Estarão assim disponíveis os perfis anexos aos Repertórios Biográficos dos primeiros quatro volumes da coleção Biografias individuais e coletivas do movimento operário italiano burguês e proletário, publicada pela “Edizioni Pantarei”, em Milão, a partir de 2006. Um Arquivo Biográfico digital que, depois de enriquecido com os próximos volumes que estão sendo elaborados, vai poder, após terminada a obra, contar e oferecer dezenas de milhares de retratos pessoais.

 
  • ROKSPROCKET_MOSAIC_ORDERING_DEFAULT
Questo sito o gli strumenti terzi da questo utilizzati si avvalgono di cookie necessari al funzionamento ed utili alle finalità illustrate nella informativa sull'utilizzo dei cookies. Per maggiori informazioni è possibile consultare le l'informativa sulla privacy e sull'utilizzo dei cookies. Chiudendo questo banner o proseguendo la navigazione in altra maniera, acconsenti all'uso dei cookie.